Esperanto é uma língua criada para facilitar a comunicação entre os povos do mundo inteiro. Internacional e neutra, pertence a todos.

Acusativo

Acusativo

VORTFARADO

VORTFARADO

A construção de palavras em Esperanto se dá com o uso de vários recursos:

1) adicionando-se finais gramaticais:

- “-o” para formar substantivos: sano, paco, belo,..

- “-a” para formar adjetivos: sana, paca, bela,…

- “-e” para formar advérbios derivados: sane, pace, bele,…

2) utilizando-se finais, que indicam os tempos verbais (usados para todos os pronomes pessoais do caso reto):

- “-i”, para o Infinitivo ; “-as”, para o Presente: “-is”, para o Passado; “-os”, para o Futuro;”-us”, para o Condicional; “-u”, para o Imperativo.

Ex: Kanti (cantar); mi kantas (eu canto), ni kantas (nós cantamos); li kantis (ele cantou), ili kantis (eles cantaram).

3) Através de afixos:

prefixos: “bo-”, “dis-”, “ek-”, “eks-”, “fi-”, “ge-”, “mal-”, “mis-”, “pra-”, “re-”

Ex: patro (pai), bopatro (sogro); fari (fazer), refari (refazer)

Algumas preposições podem exercer o papel de prefixo.

Ex: porinfanaj libroj ( livros para crianças), senvola (sem vontade própria), perlabori (adquirir algo por seu trabalho), tralegi (ler do começo ao fim), etc.

sufixos: “-aĉ”, “-ad”, “-aĵ”, “-an”, “-ar”, “-cĵ”, “-ebl”, “ec-”, “-eg”, “-ej”, “-em”, “-end”, “-er”, “-estr”, “-et”, “-id”,”-ig”, “-iĝ”, “-il”, “-in”, “-ind”, “-ing” “-ism”, “-ist”, “-nj”, “-obl”, “-on”, “-op”, “-uj”, “-ul”.

Ex: bovo (boi), bovejo (curral); instrui (ensinar), instruisto (professor)

4) com a junção de duas palavras ( com ou sem hífen):

de dois substantivos: ŝtato-membro (estado, que é membro), klasĉambro (sala de aula)

de dois adjetivos: surta-muta (surdo-mudo), belsona (melodioso)

de dois advérbios: vole-nevole (querendo ou não), treege (extremamente, muitíssimo)

de adjetivo com substantivo: ruĝlipoj ( lábios vemelhos)

de substantivo com verbo: ĉashundo (cão de caça)

de pronome indefinido com substantivo: pluredro (poliedro)

de advérbio com adjetivo: multnombra (numeroso)

Postado há 22nd August 2015 por Rosangela Sousa

Imagem de Amostra do You Tube
Imagem de Amostra do You Tube
Um Pouco sobre a Gramática do Esperanto

A gramática segue poucas regras simples, entre elas as chamadas 16 regras do Esperanto, sendo, porém necessário algum estudo para uma aprendizagem satisfatória. As palavras são formadas pela junção regular de radicais (prefixos, sufixos e outros), de modo que “novas” palavras criadas ad hoc são compreendidas trivialmente através da sua análise morfológica (inconsciente, no caso de falantes fluentes).  Continue lendo o resto deste texto »»